Resumo Código de Ética do Administrador

Elaboramos um resumo do Código de Ética do Administrador para que você possa fazer a pesquisa exploratória do seu interesse.

Embora não seja novidade, este post pode ser muito útil em estudos e trabalhos acadêmicos, pois, além de apresentar uma visão ampla do Código de Ética, também apresenta uma descrição sobre cada capitulo.

Confira:

Quando foi publicado o novo Código de Ética do Administrador?

Publicada no Diário Oficial da União em 29/03/2018, Seção I, Pág. 297 a Resolução Normativa CFA Nº 537, de 22 de Março de 2018, aprovou o Código de Ética dos Profissionais de Administração.

A resolução entrou em vigor nesta mesma data, porém, o anexo I que contém do Código de Ética passou a vigorar 45 dias depois a data da publicação da Resolução Normativa CFA Nº 537.

Como se subdivide o novo Código de Ética do Administrador?

A primeira parte do documento é a o ato administrativo do Presidente do CFA. Contém as justificativas e demais informações sobre o processo de elaboração do Código de Ética.

É o anexo I da Resolução Normativa CFA Nº 537, que contém o conteúdo do Código de Ética dos Administradores.

Ao todo são oito capítulos tratando de temas relevantes para a conduta ética do administrador.

Capítulo I – Das Regras Fundamentais

O Art. 1º do primeiro capítulo contém uma distinção da atividade profissional e apresenta a abrangência do código de ética, ou seja, para quem ele é destinado e qual é o grupo ou classe de profissionais ele regula.

Ainda dentro do Capitulo I, mais especificamente o Art. 2º, estão descritos os deveres do profissional da Administração, são sete incisos contendo a relação de deveres.

Capítulo II –  Das Infrações

O capítulo possui somente um artigo, contudo, possui 19  incisos descrevendo quais são as infrações disciplinares passíveis de punição.

É importante conhecer cada um dos incisos para evitar conduta inadequada.

Capítulo III –  Dos direitos do profissional de Administração

Também contendo somente o Art. 4º, a terceira parte do código de ética do administrador traz o rol de direitos dos profissionais.

A lista não é muito grande, ao todo são 8 incisos descrevendo cada direito.

Capítulo IV –  Dos Honorários

O CFA buscou nos Artigos 5 e 6 deste capitulo estabelecer alguns parâmetros para fixação de honorários, são regras que podem auxiliar os profissionais no momento de precificar seus serviços.

Capítulo V –  Dos deveres especiais em relação aos colegas

É interessante notar que no capítulo cinco, artigos 7º, 8º e 9º, as regras de boa conduta são direcionadas aos colegas de profissão. Apresenta regras gerais e especificas para o trato com colegas, bem como sobre como resolver divergências.

Capítulo VI –  Dos deveres especiais em relação à classe

O Art 10º vem trazer seis regras específicas sobre como se comportante perante a classe profissional de administradores. Aqui o CFA normatizou regras para difundir a Administração como ciência, respeitar à deliberações do CFA e CRAs e apoiar iniciativas e movimentos de interesse da classe profissional.

Capítulo VII –  Da fixação e gradação das penas

Chegando ao capítulo 7 e seus artigos podemos ver que se trata de quais são as penas a serem aplicadas em caso de violação e os casos de agravamentos ou atenuantes de cada uma destas penas.

Capítulo VIII –  Das disposições finais

Por fim, o capítulo oito traz as informações complementares. Fala das comissões de ética, da prazo para o código de ética entrar em vigor e a revogação da Resolução Normativa CFA Nº 393 que tratava do código de ética anterior.

E é isso, espero que você tenha gostado do Resumo do Código de Ética do Administrador 2018.

Um forte abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.