Fixação de honorários e salários para administradores Parte 18

Fixação de honorários e salários para administradores: Parte 1/8 – Inciso I, art. 5° do Código de Ética

Quando iniciei minha vida profissional na área comercial, vivi uma experiência inesquecível.

Estava com dificuldades para fazer minhas vendas e quando vendia, ganhava pouco.

Então, fui reclamar da comissão com o Diretor e ele me propôs um desafio. Apostou comigo que ele venderia um dos equipamentos pelo dobro do preço que eu ofertava, e fecharia o negócio no mesmo dia. Duvidei, tinha certeza que ele não seria capaz.

Chegando ao cliente, ele de uma aula de profissionalismo e o contrato fora assinado em menos de 1 hora de reunião.

Bom, mas qual a razão dessa história?

Simples, ganhar pouco ou ganhar muito depende só de você, e claro, de como você precifica seu trabalho.

Por isso, hoje, vamos falar do Inciso I do art. 5º, que traz como critério para fixação de Honorários e Salários alguns elementos.

Fixação de honorários e salários para administradores: Parte 1/8 – Inciso I, art. 5° do Código de Ética

Art. 5º Os honorários e salários do Profissional de Administração deverão ser fixados, por escrito, antes do início do trabalho a ser realizado, levando-se em consideração, entre outros, os seguintes elementos:

I – vulto, dificuldade, complexidade, pressão de tempo e relevância dos trabalhos a executar;

Vulto

Vulto no contexto do inciso I significa importância, grandeza, volume ou massa de trabalho a ser realizado.

Portanto, ao se estabelecer um valor por uma atividade, deve-se levar em consideração o volume de trabalho estimado, é isso que quer dizer.

Em resumo, você precisa dimensionar corretamente o tamanho do trabalho.

Dificuldade

Bom, dispensa comentários. Se um trabalho é difícil, logo, seu preço será diferente de um outro que é  fácil.

Mas qual a perspectiva dessa dificuldade? Difícil para você ou para o cliente?

Certamente que é a perspectiva do profissional, ou seja, o quão difícil é para você realizar a tarefa. Isso é importante porque a dificuldade indica que será necessário mais horas de trabalho.

Também, pode indicar que será necessário estudar ou pesquisar  para compreender melhor um determinado tema ou evento.

Complexidade

Complexidade está ligado a variáveis, detalhes, incertezas e claro, riscos. Quanto mais conexões ou detalhes a serem observados uma demanda possui, mais complexa e arriscada ele tende a ser.

Por exemplo, andar de bicicleta e dirigir um carro. Certamente que guiar um veículo automotor exige muito mais atenção e cognição.

Pressão de tempo

Pressão de tempo é prazo para execução da atividade. Se a atividade é complexa, grande, difícil e ainda precisa ser entregue na metade do tempo, logo, o custo para faze-la será maior.

Isso acontece porque o tempo é uma unidade de medida que não se controla e você precisará dispor de mais recursos alocados para concluir  trabalho no prazo.

Assim, vai precisar pagar horas extras para sua equipe, trabalhar mais horas diariamente e quem sabe atém em fins de semana. Isso tende a encarecer qualquer produto ou serviço, porque seria diferente com você?

Relevância dos trabalhos a executar

Relevância é tem aqui o sentido de importância, ou seja, o quão importante é para o cliente que o objetivo ou meta seja atingido com sucesso.

Embora pareça óbvio, é preciso estar atento a questões importantes. Há sempre muita responsabilidade envolvida no trabalho de um profissional da administração.

Negócios, empregos, podem depender de sua competência. Pesquisadores estudam se o aumento da taxa de suicídio em 16, 8%, ocorrida no Brasil  entre 2007 e 2016, está relacionada com desemprego. Sabe-se que dos casos registrados, 52% indicavam que a pessoa estava desempregada.

Portanto, é preciso responsabilidade e coerência na hora de assumir um trabalho e, claro, precifica-lo.

Como mensurar vulto, dificuldade, complexidade, pressão de tempo e relevância dos trabalhos a executar

E para estimar o tamanho, a dificuldade, a complexidade, a pressão de tempo e a relevância de uma atividade é preciso considerar a utilização de técnicas de mensuração de demanda.

Do contrário, será apenas uma mera sugestão baseada unicamente em opiniões, sem nenhum tipo de fundamento técnico.

Não se pode fazer qualquer indicativo sobre as características de um trabalho por meio de achismos, é o que quero enfatizar aqui.

Eis alguns exemplos de técnicas para esse tipo de levantamento:

  • Brainstorming;
  • Planos de ação;
  • Diagrama de causa e efeito;
  • Estrutura analítica de projetos;
  • Mapeamento de Processos, etc…

Tudo o que você precisa saber sobre o Código de Ética do Administrador

Técnicas para dimensionamento de demanda ou atividade profissional

Vamos falar bem resumidamente agora sobre algumas técnicas que podem ser utilizadas para dimensionamento de demanda/atividades.

Brainstorming

Profissionais com conhecimento de causa sobre um determinado assunto, participam de um encontro apontando, aleatoriamente,  ideias de ações para resolver determinado problema.

Na hora de estruturar o plano de ação, as ideias mais importantes são priorizadas e as menos importantes colocadas em um banco de ideias.

Assim, você garante que a maior parte dos requisitos da demanda do cliente foram levantadas e com isso, podem mensurar de forma técnica o vulto (grandeza) da demanda.

Diagrama de causa e efeito

Conhecido como diagrama de espinha de peixe ou diagrama de Ishikawa, essa ferramenta permite correlacionar efeitos a causas prováveis, mas, pode também, relacionar ações a um determinado objetivo fazendo o processo inverso.

Veja o exemplo:

Opção 1 –  Efeitos => relacionados a causas prováveis para se resolver um problema;

Opção 2  – Ações => relacionadas a um objetivo definido pelo cliente.

O diagrama de causa e efeito é bastante útil para se ter uma visão sistêmica da demanda e de suas inter-relações.

Estrutura analítica de projetos

Já a estrutura analítica de projetos detalha, em pacotes de trabalho, as entregas da demanda.

Isso significa dizer que o projeto será hierarquizado em níveis, os pacotes mais próximos ao topo são as macro entregas e os mais distantes do topo, as entregas mais específicas.

Vejamos um exemplo: Projeto – Café da manhã na cama

eap exemplo

Portanto, quando se constrói essa estrutura, é possível também ter uma visão ampla da demanda e precificar o serviço de forma correta.

Existem outras técnicas que podem ser utilizadas para mensurar trabalhos, demandas, etc…

As consultorias mais modernas utilizam indicadores como UST (Unidade de Serviço Técnico), esses indicadores agrupam critérios como prazo, procedimentos, complexidades, etc… para garantir maior previsibilidade na mensuração de projetos.

Avalie-nos

Bom, você chegou até aqui e isso me deixe muito animado.

Mas, preciso saber o quanto este texto foi útil para você.

Deixe um comentário no formulário que está aqui em baixo, fale o que você pensa sobre o texto ou deixe sua dúvida.

Um forte abraço.