Falhas no regulamento dos profissionais da administração

PARA TUDO! Quem dera poder dar um grito desses todas as vezes que encontrássemos falhas no regulamento e normas da empresa para a qual trabalhamos ou prestamos serviço.

Quando temos um filho pequeno, não queremos que ele cresça engolindo sapo de todos os lados.

Logo, tratamos de ensinar que:  “se alguma coisa não está boa fale e pronto”, sempre com muita educação, é claro.

Entretanto, a medida que vamos crescendo, perdemos a habilidade de expressar o que pensamos.

E passamos a vida sendo desrespeitados como pessoa, profissional e funcionário.

Tudo o que você precisa saber sobre o Código de Ética do Administrador

Saiba dizer quando não concorda com as normas e regulamentos da sua empresa. Exerça seu direito.

Não conheço um ser humano se quer que não tenha nenhuma queixa quanto ao seu ambiente de trabalho.

Problemas institucionais ou no clima de convivência sempre podem ocorrer.

Afinal o ambiente de trabalho é composto por pessoas diferentes, com valores e criações diferentes.

Apesar dos conflitos que podem existir em qualquer local de trabalho, nenhum profissional pode sentir-se impedido de exercer seu trabalho.

Quando denunciar as falhas no regulamento ao Conselho?

O artigo 4 do Código de Ética dos Administradores  trata dos direitos do profissional de administração.

E o segundo inciso do artigo diz que o administrador possui o direito de: 

II – apontar falhas nos regulamentos e normas das instituições, quando as julgar indignas do exercício profissional ou prejudiciais ao cliente, devendo, nesse caso, dirigir-se aos órgãos competentes, em especial ao Conselho Regional de Administração;

É um direito do administrador, apontar as falhas nos regulamentos e normas das instituições com as quais nos relacionamos profissionalmente.

Se o administrador possui liberdade para sugerir mudanças nas normas ou no funcionamento de sua empresa sempre que achar que algo precisa melhorar, ÓTIMO.

Certamente essa não é a realidade da maioria.

Pelo contrário, a grande parte dos profissionais sentem-se controlados, e proibidos de expressar o que realmente acham.

Você deve estar pensando:

“Mas, o inciso está dizendo que eu tenho o direito de apontar falhas no regulamento e normas da minha empresa”.

“Ainda mais, me manda ir até o Conselho Regional”.

O.k., mas não manda você levar qualquer reclamação diante do Conselho.

Nem diz que você tem o direito de reclamar de qualquer qualquer coisa que você entenda como falha.

É importante observar uma coisa, o inciso refere-se à falhas no regulamento ou na norma que sejam indignas do exercício profissional ou prejudiciais ao cliente.

Nesse caso sim, o administrador possui o direito de apontar as falhas e de levar o assunto perante o Conselho Regional para serem averiguadas e corrigidas.

As demais falhas devem ser corrigidas dentro do próprio âmbito da empresa.

Compartilhe nosso artigo em suas redes sociais e com outros administradores.

Além disso, nos ajude a divulgar um conteúdo desenvolvido especialmente para os profissionais de administração.

Até a próxima. Seja o melhor gestor de si mesmo.