Entidades de classe da Administração

As entidades de classe da administração são grandes aliadas dos profissionais que atuam na área.

Por isso, cabe aos administradores prestigiarem esses grupos, de modo a alcançar a coesão da categoria e fortalecer a profissão,

Isso é o que traz o inciso I do artigo 10 do Código de Ética dos Administradores.

Artigo 10 do Código de Ética dos Administradores

Art. 10 O profissional de Administração deverá observar as seguintes normas com relação à
classe:
I. prestigiar as entidades de classe, propugnando pela defesa da dignidade e dos direitos profissionais, a harmonia e a coesão da categoria;

Antes de mais nada precisamos compreender os termos do inciso I do artigo 10º.

Você sabe o que é propugnar? É defender, usar de esforços em prol/ a favor de algo.

Outro ponto interessante é que a intenção das ações das entidades de classe da administração serão sempre coletivas.

Observe que a defesa será da dignidade e dos direitos profissionais, uma luta voltadas para o ganho de toda a categoria.

Entretanto isso não quer dizer que um administrador não possa ser assessorado de forma individualizada. Significa que o ganho de direito de alguns administradores alcançará aos demais.

A harmonia e a coesão da categoria será sempre o objetivo final das entidades de classe da administração.

Mas, o que é uma entidade de classe?

As entidades de classe são sociedades de pessoas ou empresas, que não possuem fins lucrativos, de natureza civil, que se unem em prol da prestação de serviços para os seus associados.

Portanto, enquadram-se nessa classificação por exemplo os Sindicatos, as Associações e as Federações.

Um fato interessante sobre as entidades de classe é que por serem de natureza civil, elas não são sujeitas a falência.

Tudo o que você precisa saber sobre o Código de Ética dos Administradores

Por que prestigiar as entidades de classe da administração?

Você pode estar se perguntando, porque deve prestigiar as entidades de classe da administração.

Então preste atenção nos motivos que lhe apresentaremos abaixo.

Elas desenvolvem um papel de fiscalização

As entidades de classe da administração prestam um papel importantíssimo de fiscalização.

Portanto, são elas que verificam, por exemplo, se alguma empresa está contratando administradores de forma irregular, ou não está cumprindo com aquilo que é determinado por lei.

Buscam sempre pela melhora das condições da profissão

As entidades de classe da administração também estão constantemente buscando melhorar a profissão e a área de atuação dos profissionais.

Para isso, elas elegem representantes que participam ativamente de ações e debates do governo.

Desta forma a categoria profissional pode ter seus interesses defendidos e seus direitos preservados.

Dão suporte para os profissionais

Além de trabalharem efetivamente para ganharem novos direitos, as entidades de classe lutam para garantir o cumprimento dos direitos já alcançados.

Entretanto, mesmo que haja acompanhamento e fiscalização, podem ocorrer o desrespeito à direitos adquiridos.

Caso um administrador ache que foi lesado, pode procurar as entidades de classe da administração para obter orientação e ajuda.

Um dos trabalhos desempenhados por essas entidades é o suporte para os profissionais.

E esse suporte abrange desde orientação sobre leis até abertura de processo jurídicos em defesa dos administradores.

Agora que você já sabe a importância das entidades de classe da administração, não deixe de apoiá-las, e assim valorizar e buscar o crescimento da profissão.

Deixe sua opinião

Então, gostou do artigo? Deixe sua opinião abaixo e compartilhe em suas redes sociais e com seus amigos de profissão.

Desta forma, você nos ajudará a produzir conteúdos cada vez melhores, voltados especialmente para administradores.

Até a próxima. E lembre-se, seja o melhor gestor de si mesmo.